25 março, 2015

Mídia, Padrão e Sociedade - Seja o gordo que dizem que você não pode SER.


Você que está ai sentado e vive reclamando, se odiando e afundando em tristeza, esse texto é especialmente feito pra você.

Nana Pinho

Em algum momento dessa sua longa jornada de autodepreciação você já parou para questionar os motivos de não gostar do seu corpo?
Já tentou em algum momento descobrir qual é de fato o problema com o seu corpo que te faz ter a necessidade de não gostar dele?
O que tem de errado na sua forma física que te incomoda tanto você?
Quais as questões que interferem em sua vida ou que te impedem de viver por causa do seu corpo?
Você não consegue andar, se mexer, trabalhar, comer, namorar, transar???


Tati Regis


Bem se você conseguiu responder todos esses questionamentos então sim é verdade você  tem um problema real com o seu corpo e precisa com urgência resolver isso, mas se você não conseguiu e eu acredito muito que não tenho conseguido responder todas essas questões, é hora de abrir os olhos, a mente, o coração e rever toda a sua vida, porque a menos que te falte uma perna, um braço ou um olho você gorda ou gordo, não tem nada físico que te impeça de se ver como um ser humano comum.


Hilda Borges

Vou explicar duas coisa que você muito provavelmente colocou como base para acreditar que tem algum problema com seu corpo.

1- A mídia criou um padrão e eu não me encaixo nele.
Verdade, existe um padrão da mídia sim e eles repassam isso para as pessoas como verdade absoluta, para se estar na mídia é preciso ser magra, barriga chapada, cabelos alisados e montados que nem se movem no vento, pele branca e tem gente até fazendo clareamento de pele por isso, sorriso tão branco que chega ser azulado...



Cida Neves

Sim mas por um caso você é ou pretende ser estrela de TV? Porque se a resposta for não minha cara e meu caro porque é que você precisa seguir todas essas regras?
A mídia criou um padrão sim mas você não tem porque aceitar isso para sua vida em algum momento você já se perguntou porque quer tanto seguir essas regras?
Eu acredito que não, o padrão até existe, mas quem alimentou ele, quem tornou ele necessário foram pessoas como eu e você, então vamos parar de culpar só a mídia e nos culpar um pouco porque querer tanto estar formatada nesse padrão?

Sandra Santos
2- A Sociedade segue o padrão da mídia e por isso eu sou odiada por todos...
É a sociedade segue mesmo esse padrão, e você já parou para pensar no motivo disso?? As pessoas vivem numa necessidade tão grande de se sobressair, de mostrar que tem e que pode, de se iludir e viver num mundo paralelo que começam a se teleguiar por coisas que não fazem parte do mundo delas, porque todo mundo tem que ter os lábios da Angelina Jolie? E que tipo de pessoas são essas que para viverem bem precisam seguir a risca as coisas que a passam na tv? Não sei se você já se deu conta, mas a sociedade é formada de eu, você o vizinho, o cachorro, sua mãe, o pai da tia da sua prima, família... ou seja somos todos sociedade logo podemos fazer o que quisermos sem ter que entrar em padrão nenhum, sem ter que competir ou se modificar toda fisicamente pra parecer com quem quer que seja, só porque dizem que moça da capa da revista é melhor e mais digna que você? Você realmente quer ser como ela?


Mariana Figueiredo 
Gente, pisa no chão, acorda, grita, desce do mundo dos sonhos, para com essa viagem que ta feio, se de conta de quem é a sociedade e se dê conta que você é parte dela e como individuo deve começar a mudança, fico assistindo a anos as pessoas esperarem a sociedade mudar, esperando o padrão acabar, sem fazer absolutamente nada por isso, é o mesmo discurso usado como desculpa pra ficar lá estagnado reclamando, me desculpa aê mas não da para esperar que o mundo mude num estalo de dedos ou por força do pensamento, sem ação meus queridos nada se move.



Fernanda Ferreira

É só falando, o padrão o padrão o padrão, a mídia, a mídia, a mídia, e nada de dizer hoje eu vou fazer diferente, vou dizer pra todo mundo que me manda emagrecer com o argumento de que eu ficaria melhor sendo mais magra que eu já sou melhor, e que de agora em diante não quero mais ouvir esse tipo de comentário, que não acrescenta em nada na minha vida.

Reagir será que você já pensou nisso, mesmo que doa, mesmo que seja complicado, mesmo que você precise tirar forças de lugares que você nem sabia que tinha, mas tente, você se surpreenderia em descobrir do que é capaz.




Rose Oliveira

Haaa Milly , mas como a gente muda o discurso da mídia? fazendo exatamente o que eu estou fazendo aqui, escrevendo sobre, falando sobre postando sobre, faça blogs, faça videos, escreva um livro, faça postagens, no Facebook no twitter, compartilhe ideias positivas, informe a outras pessoas gordas de que ela pode e deve sair dessa zona de repressão e depressão.
E como a gente muda a sociedade? Alguém ai já percebeu quantos problemas o mundo tem?
O mundo está mudando aos poucos por pessoas que decidiram lutar, sem essa luta, sem essa fala não vai mudar nada, o que você pode fazer é se posicionar e isso vai mudar as pessoas a sua volta, vai te dar respeito, vai te colocar em posição de escolher quem você quer ser e o que você quer ouvir.




Cynthia Souza
Como se faz isso? Comesse ignorado sempre que for possível agressões de desconhecidos na rua, quando não for possível reaja, responda sim e porque não, mas não com xingamentos, não com palavras feias, seja clara ao dizer o que deve ser dito, algo bem simples é dizer que chamar de gorda não machuca afinal você é gorda, e isso não muda nada na sua vida e muito menos na de quem está falando.

Renata Cotta
No seu meio social, família, vizinhos, amigos e colegas de trabalho, deixe claro que não vai mais admitir comportamento de desmoralização e falta de respeito, quando fizerem piadas de gordos, risadinhas em grupo saia dê as costas, se mostre indignada em vez de aceitar e ter vergonha, se
coloque como gorda e não gordinha, plus size, cheiinha... tire o poder de ofensa que dão a palavra gorda, use-a como o adjetivo que ela é, apenas uma palavra para designar uma característica física.

Sejo o gordo que dizem que você não pode ser, gordo feliz, com amor próprio, sem medo de andar nas ruas, cheio de dignidade e confiança, forte e empoderado.
Milly Costa

Bjo da Gorda Milly Costa

OBS: Usei todas as gordas empoderadas que conheço para ilustrar essa postagem, ninguém melhor que elas para mostrar como a vida pode e deve ser melhor. Obrigado meninas.

Comente pelo Blogger
Comente pelo Facebook
Comente pelo Google+

Um comentário:

  1. Oioi! \o/
    Vim só avisar que o blog (antigo Waiting for Sunshine e agora Purmoon) voltou ao activo!
    Como mudamos de URL estamos com alguns problemas e agora o nosso blog não aparece no feed dos nossos seguidores, e é por isso que vim aqui deixar um comentário a avisar.

    Link do Blog: http://ppurmoon.blogspot.pt/
    Link da Página de Facebook: https://www.facebook.com/ppurmoon (Curte a nossa página e clica em "Receber Notificações" para não perderes nenhum post ;D)

    Espero ver-te por lá :3

    ResponderExcluir

Obrigado pela visita.
Deixe comentário contando o que achou da matéria.
Caso seja blogueira deixei seu link para Eu retribuir a vista.
Bjo da gorda Milly Costa