28 maio, 2012

Carta Para uma Ciumenta

Olá minhas Lindas, como estão todas, eu sumi, vocês sumiram todas meio desligadinhas não é mesmo...
Vamos aproveitar o inicio da semana para mudar tudo isso, revigorar as forças, pegar energia e aprender o que tem que ser aprendido.

Esse texto foi originalmente feito para um dos blog que escrevo, mas resolvi trazer ele aqui também porque adoro dividir tudo que acho bom com vocês bebes rs...


Eu não aprendi a ser ciumenta com o tempo, como varias pessoas que desencadeiam um ciúme louco por determinada pessoa ou coisa do nada, eu sou ciumenta desde sempre cresci assim faz, parte do meu intimo é um detalhe talvez até negativo da minha personalidade, não tenho só ciúme de algo em especifico tenho ciúme de amigos, amantes, família, dizem que taurinos são ciumentos e possessivos por ordem natural é inerente ao signo então talvez essa seja uma boa explicação para eu ser ciumenta, ou não pode ser só mais uma bobagem das que dizem tantas que por ai.

De fato aprendi ao longo dos anos a lidar com essa sensação surrealista de posse das pessoas, como deve ser a ordem natural das coisas eu cresci, amadureci e mudei não deixei de ter ciúme de ninguém apenas sei me controlar, sei o que é normal, o que é possível e o que é impossível.
Por muitas vezes vi cenas de ciúme de pessoas que se dizem não ciumentas e nunca consegui entender o motivo de tanta loucura, uma coisa é ter ciúme isso é normal, acho que todo mundo tem sua dose de ciúme lá dentro do seu intimo, mas mesmo eu que me declaro uma ciumenta nata não sou capaz de compreender certos atos.

Acredito que tudo tem seu limite entre a normalidade e a insanidade existe uma linha muito tênue, nunca banquei a louca de graça só porque alguém olhou para outro alguém isso vira motivo de desconfiança e escândalos, só porque um amigo passou a ter mais contato com outro amigo isso não significa que ele esqueceu você.
Tenho ciúmes por coisas concretas, visíveis palpáveis, sempre gostei de dizer que meu ciúme tem motivo é uma questão de causa e efeito, ação e reação bem no esquema da lei da física.

Essa falta de noção entre realidade e imaginação que as pessoas tem e chamam de ciúme pra mim não passa de mimo, existem motivos e Motivos para se sentir ciúme acho que a imaginação do ciumento é o maior inimigo que ele pode ter, porem sempre vão existir aqueles que como eu faz ligações entre um ponto e outra e descobre se o motivo do ciúme é algo real ou simplesmente ilusório e a grande massa que embarca na projeção criativa da imaginação e acaba metendo os pés pelas mãos.

Tenho um históricos adolescentes de perda de amigos por ciúme, eu simplesmente mandava a pessoa ir pastar e não dava lugar a explicações deletava da agenda da vida e do mundo ignorava,  em virtude disso acho que a palavra de ordem para um ciumento é o autocontrole sem esse pequeno mecanismo todo ciumento estará fadado a loucura e não tem jeito ou você aprende a controlar os impulsos desesperados que invadem seu corpo, corpo e alma ou vai passar a vida inteira sofrendo por dores que podem ser sanadas, ou pior por dores que pdoem ser apenas fruto de sua iamginação.  

Bjo da Gorda


Comente pelo Blogger
Comente pelo Facebook
Comente pelo Google+

16 comentários:

  1. kkkkkk amei o nome do teu blog.. tão imponente...
    Linda passando para retribuir a visita ao meu blog e dizer que estou te seguindo se puder retribuir,...kkkkk

    beijos!!
    Simplesmente Danny

    ResponderExcluir
  2. Esse texto é bom pra aquelas pessoas que tem mania do ciume infantil de amigos... Tenso
    bjinhos
    http://ninateinforma.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Adorei o texto! :)

    Beijos.

    www.facilserbonita.com

    ResponderExcluir
  4. Oi flor obrigada pela visitinha,seguindo aqui já!
    ciúmes,huumm,só quem tem sabe como é difícil controlar,e não é só de taurino não viu,leonino passa por isso tbm,eu que o diga rsrs. Mas aprendi a controlar aos poucos(acho),aff é tão complicado falar desse assunto. Mas enfim gostei do texto,ele retrata bem o ciumento e como é complicada essa questão!

    Ótima semana!!!
    Bjs
    www.moreninhadesigner.com

    ResponderExcluir
  5. Lindo o texto.Estou setindo muitas saudades sua lá no Alebela com A!!

    www.alebelacoma.blogspot.com
    Bjs
    Tem post novo...

    ResponderExcluir
  6. O título do texto já bastante chamativo e o decorrer dele é genial, parabéns.

    http://depoisdopouco.blogspot.com.br/
    @larasilva_a

    ResponderExcluir
  7. haha muito bom o texto
    =]

    O Fashion Jacket quer conhecer você. Responda a nossa pesquisa e ajude a melhorar ainda mais o blog: http://migre.me/9ch2w

    Beijos

    Nathália - Fashion Jacket
    http://fashionjacket.blogspot.com.br

    FacebookTwitterTumblr

    ResponderExcluir
  8. Parabéns pelo blog!
    Seguindo, se puder retribuir.

    http://babado-semrenda.blogspot.com.br/

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Adorei o texto. Eu sou ciumenta com meu noivo. Mas tento me controlar.

    ontendency.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Adorei o texto, hahah, sou só um pouquiiinho ciumenta (sente só a ironia :P) rs :)

    Beeijos,
    www.blogmundodamoda.com

    ResponderExcluir
  11. Hahahaha Falou em ciúme,falou em mim !! Amei,beijos

    www.modaemvoga.com

    ResponderExcluir
  12. Haha amei muito legal Milly
    beijinhos querida e um ótimo final de semana

    http://www.descontraidas.com

    ResponderExcluir
  13. oiii Milly, nossa ciúmes demais e descontrolado ninguém merece
    o de amadurecer é isso, agente aprende a se controlar.
    (nem todo mundo né)
    eu sou ciumenta mas nada dramático não!
    E sou de capricornio.

    Beijos linda
    http://cacau-makeup.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. ótimo texto. eu era bem descontrolada, agora conheci os limites

    http://luannaravanelli.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Nossa amei o texto, sou muito ciumenta.
    Beijos gatona!

    ResponderExcluir

Obrigado pela visita.
Deixe comentário contando o que achou da matéria.
Caso seja blogueira deixei seu link para Eu retribuir a vista.
Bjo da gorda Milly Costa